Inclusão digital para crianças e adolescentes em abrigos

Você sabia que crianças e adolescentes que vivem em abrigos não estão podendo receber visitas de familiares e padrinhos afetivos durante o isolamento?Sua doação vai ajudar na compra de 30 computadores e acesso à internet para que essas crianças possam realizar visitas virtuais e estudar a distância.

Sobre a ideia

 

Sobre a ideia

 

Imagine sua vida na quarentena sem internet e computador. Sem contato virtual com os familiares e amigos que você mais ama e sem que seus filhos possam ter acesso a educação à distância.

Essa é a realidade de crianças e adolescentes que vivem em abrigos e outras instituições de acolhimento, separados de suas famílias. Nesse momento, eles estão privados do contato regular com familiares e rede de apoio, do convívio social com colegas da escola e sem acesso a educação à distância. Quase 90% dessas crianças e adolescentes recebiam visitas frequentemente, mas estas estão proibidas nesse momento. É um isolamento de amor e conhecimento, mais severo e difícil do que o que todos estamos enfrentando.

Mas nós podemos fazer algo para mudar essa realidade

Como ajudar nesse momento? O Instituto Fazendo História precisa da sua colaboração para doar 30 computadores, que ajudarão a minimizar os impactos da quarentena na vida de cerca de 200 crianças em 10 abrigos de São Paulo. Além da doação dos computadores, a verba arrecadada vai garantir acesso à internet, pacote Office e suporte técnico por 6 meses. A inclusão digital desses serviços de acolhimento terá um impacto positivo mesmo depois da pandemia.

Para essa mobilização, contamos com a parceria da Reurbi ( Recicladora Urbana),  empresa certificada com o Sistema B, especializada no processo de reutilização de equipamentos eletrônicos. ( www.recicladoraurbana.com.br)

Tecnologia e solidariedade, juntas, podem fazer a diferença e aproximar pessoas.

Contamos com você.

 

Sobre o instituto Fazendo História

 

O Instituto Fazendo História trabalha para o desenvolvimento de crianças e adolescentes que vivem em serviços de acolhimento, separados de suas famílias, a fim de fortalecê-los para que se apropriem e transformem suas histórias. Desenvolvemos metodologias pautadas no direito à história de vida, franqueza nas relações, compromisso com crianças e adolescentes, voluntariado qualificado e conhecimento compartilhado.

 

Para isso, desenvolvemos os seguintes programas:

 

Fazendo Minha História - registra história de vida de crianças e adolescentes tendo a literatura como mediadora e através da construção do álbum pessoal de histórias, contendo relatos, depoimentos, fotos e desenhos que fazem parte de suas vidas.

 

Apadrinhamento Afetivo - propicia convivência familiar e comunitária por meio de voluntários no papel de padrinhos afetivos.

 

Formação - constrói, junto às equipes dos serviços de acolhimento, um espaço de reflexão acerca de sua prática, aliando conhecimento teórico e atividades experienciais.

 

Com Tato – oferece, gratuitamente, a crianças e adolescentes com vivência de  acolhimento, psicoterapia individual e  familiar.

 

Grupo Nós - programa voltado para acompanhar os adolescentes que estão no processo de saída dos serviços de acolhimento para a vida adulta e autônoma. O trabalho é pautado em quatro eixos principais: projeto de moradia, projeto profissional, uso consciente do dinheiro e cidadania.

 

Famílias Acolhedoras - serviço de acolhimento para crianças de 0 a 6 anos, em famílias voluntárias formadas e supervisionadas, até sua reintegração familiar ou adoção.

 

Saiba mais em: https://www.fazendohistoria.org.br/home

Nossas mídias sociais:

https://www.facebook.com/instituto.fazendohistoria/

https://www.youtube.com/channel/UCtDUrTTbuMQiHeedO6MOh9Q

https://www.instagram.com/institutofazendohistoria/

https://www.linkedin.com/in/instituto-fazendo-historia-6b18a9172/

Ifh_1
Ifh_2
Ifh_3
Ifh_4
Ifh_5
Ifh_6
Ifh_7
Ifh_8
Ifh_9
Ifh_10
Ifh_11
Ifh_12